Notícias

Após 10 anos sem reajustes, mensalidade da Anastra sobe para 1% do teto do salário de técnico judiciário

Publicado em:

Após 10 anos sem reajustes, mensalidade da Anastra sobe para 1% do teto do salário de técnico judiciário

Após 10 anos sem reajuste, a mensalidade da Associação Nacional dos Servidores do Judiciário Trabalhista (Anastra) será reajustada para um valor equivalente a 1% do teto salarial de técnico judiciário – B10. O valor mensal a ser pago pelos associados agora será R$ 46,07, com a data base para atualização em fevereiro de cada ano. A mensalidade será reajustada a partir de abril deste ano.

“O último reajuste na mensalidade foi feito em 2012, ou seja, faz 10 anos que estamos com o mesmo valor. Durante esses anos, tivemos aumento nos salários das nossas funcionárias, despesas para manutenção da sede (energia, água, condomínio, aluguel, etc.), além de outras do dia a dia, o que tem tornado a administração inviável”, explicou o presidente da Anastra, Yonaldo Costa.

Diante da necessidade, foi feito um estudo financeiro a respeito do índice de reajuste para a mensalidade paga pelos associados. De acordo com os índices de correção, calculados até dezembro de 2022, o valor de R$ 25,00 da mensalidade atual passaria para R$ 61,18, de acordo com o IGP-M; R$ 47,68, de acordo com o INPC e R$ 47,29, de acordo com o IPCA.

Contudo, foi acordado que a mensalidade ficará abaixo dos índices de correção, em R$ 46,07 – representando 1% do valor do teto salarial de técnico judiciário – B10, a partir de abril deste ano e com reajuste anual no mês de fevereiro.

  • Compartilhar:

Voltar